Milton Jung é um dos mais respeitados âncoras do rádio brasileiro e a voz nas manhãs na CBN- Brasil. ‪

1) Devemos nos desenvolver nas principais competências pensando no futuro próximo como 2020, sabendo lidar com a complexidade existente, usando a competência analítica, tento pensamento crítico e de inovação. Esse é o bom legado que temos que deixar para nossos filhos. Somos influenciadores e temos o desafio de falar numa linguagem diferenciada, principalmente para os jovens.

2) Precisamos saber como conversar com o jovem, na sua linguagem e inteligência. Algumas vezes, erramos quando imaginamos que temos que usar o mesmo vocabulário do jovem, quando isso não é o que nos representa. Não temos que ser jovem diante do jovem, temos que assumir nossas experiências e adaptar nosso conhecimento como adulto, pois é essa fonte de informação que ele busca. Além disso, o julgamento rompe a comunicação e não permite que possamos ouvir e partilhar o conhecimento. A boa comunicação exige que sejamos simples, direto e objetivo para que o conhecimento possa ser absorvido pelo jovem.

3) Ser acessível é imprescindível para abrir oportunidades de relacionamento. Se é possível, temos que deixar de ser o próprio bloqueio para comunicação com os julgamento que realizamos sobre a forma que o jovem se manifesta. Entender a linguagem do jovem é essencial, mas com o objetivo de ampliar seu repertório e autonomia para que ele possa fazer escolhas melhores.

Deixe um comentário

Seu email não sera publicado.Campos Obrigatórios *

Café Insights © 2016